Artigo

Pandemia e Dispensa de Licitação: Cautelas

No Estadão, Marcela Arruda, nossa advogada, e Antonio Gelis Filho comentam a dispensa de licitação durante a pandemia: “Em síntese, o gestor prudente deve tratar a dispensa de licitação como um remédio cujos efeitos colaterais podem ser seríssimos. Seu uso deve ser precedido de rigorosa análise dos possíveis benefícios, ministrado com atenção e seguido de rigoroso acompanhamento”. >